Inea fará coleta de água na Lagoa de Iquipari

Trabalho, nesta segunda-feira, visa detectar causa da morte de peixes; abertura da barra pode ser a solução
Técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) realizarão, na manhã desta segunda-feira, 20, coleta para análise da água da Lagoa de Iquipari, em São João da Barra. O trabalho será acompanhado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e tem por objetivo detectar a causa da morte de peixes no local, registrada no último sábado.

A suspeita é que tenha ocorrido uma grande proliferação de algas cianobactérias, consumindo rapidamente o oxigênio da água e prejudicando os outros organismos que vivem na Lagoa. Se confirmado o resultado será planejada, segundo o secretário de Meio Ambiente, Alex Firme, a abertura da barra de acordo com a tábua da maré para que seja renovada a água.

– Provavelmente fatores climáticos, como altas temperaturas, mudança de vento no local e muita matéria orgânica vegetal podem ter acelerado todo esse processo de proliferação de algas no ambiente – disse Alex, destacando que a abertura da barra só pode ser feita pelo Inea, que é o órgão técnico responsável pelo gerenciamento das lagoas na região e que faz frequentemente a coleta e análise das águas.

Ainda no sábado, a equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente esteve no local para fazer a limpeza da área e continua monitorando visualmente a situação. “Para tirar qualquer dúvida, iremos percorrer toda a Lagoa para fiscalizar e ver se existe algum fator diferente que poderia estar ocasionando ou acelerando essa situação”, finalizou Alex.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *