Começa ano letivo na rede municipal

Secretário de Educação, Brand Arenari, visitou algumas escolas nesta quinta-feira (1), como a E.M. Sen. José Carlos Pereira Pinto, que recebeu novos equipamentos, em parceria com a comunidade

photos2

Começou nesta quinta-feira, 1o, o ano letivo da rede municipal de ensino. Todas as escolas já receberam os livros didáticos, fornecidos gratuitamente pelo Ministério da Educação (MEC), e itens da merenda escolar. Outros materiais, como de papelaria e limpeza, estão sendo entregues e a expectativa é que até semana que vem todas as unidades sejam abastecidas. Nos próximos dias, a secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Smece) também inicia uma série de novos projetos, como a reabertura de vários laboratórios de ciências e informática, e retomará outros, como o Escola de Prática Artística (EPA!) e o Centro de Línguas.
O secretário de Educação, Brand Arenari, visitou algumas escolas, como a E.M. Sen. José Carlos Pereira Pinto, que recebeu da prefeitura novos bebedouros, geladeiras, ventiladores e foi reformada, em parceria com a comunidade. Brand elogiou a iniciativa da unidade de ensino e fez um panorama para 2018.
– O ano de 2017 foi o desafio de entendermos a Educação de Campos, pois tivemos acesso a pouquíssimos dados e nenhum deles confiável. Fizemos parcerias e aderimos a programas do governo federal para podermos administrar uma rede enorme e muito sucateada com bem menos recursos. Foi um ano de trabalho intenso, mas mais interno, que externo. Foi o ano do plantio, agora se inicia a colheita. Neste 2018, estaremos mais presentes nas escolas, fazendo um trabalho mais próximos aos diretores. Conseguiremos colocar em prática mais ações que tínhamos planejado por termos um perfil mais detalhado da rede, dados concretos dos nossos alunos, recursos e despesas. Faremos um conjunto de reformas nas unidades, mudanças significativas na merenda e na parte pedagógica – destaca Arenari.
Em 2017, oito unidades escolares foram reformadas com recursos da Educação. Outras se encontram com obras em andamento. A meta do departamento de Infraestrutura da Smece é que, pelo menos, outras 14 sejam atendidas em 2018 com reforma geral, fora as que receberão pequenos reparos. Ao todo, serão destinados mais de R$9 milhões para infraestrutura das unidades.
Para as próximas semanas está prevista ainda a abertura do processo seletivo simplificado para professores. “É bom frisar que não há carência de professores neste início de ano letivo. Os professores contratados eram, em sua maioria, substitutos dos estatutários licenciados e, no momento, o número de professores afastados por motivo de saúde está praticamente zerado. De qualquer forma, um novo processo seletivo simplificado será aberto, visando suprir possíveis demandas existentes ao longo do ano”, pontuou o secretário.
Por: Renata Lourenço – Foto: Antônio Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *