Intensificadas ações contra o Aedes aegypti

Agentes de combate às endemias visitaram residências, em Grussaí, e vistoriaram ralos, piscinas, quintais, caixas d’água e cisternas

(Mônica Terra)

Nesta quinta-feira, 15, agentes de combate às endemias do Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ), vinculado à Secretaria de Saúde de São João da Barra, fizeram uma varredura no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Grussaí, a fim de localizar focos do mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, zika vírus e chicungunyana.

Os agentes visitaram as residências dos moradores, vistoriaram ralos, piscinas, quintais, caixas d’água, cisternas e efetuaram os procedimentos necessários para a prevenção e eliminação do foco, além de prestarem esclarecimentos sobre a dengue.

O diretor do Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ), Marcos Machado, disse que a maior parte dos focos está nos domicílios, sendo assim, as medidas preventivas são fundamentais para a não proliferação dos mosquitos.

– Fazemos a nossa parte, porém é preciso que cada um vistorie regularmente os quintais, e evite o acúmulo de água, uma vez que o mosquito deposita seus ovos em recipientes ou locais cheios de água, como pneus e garrafas – ressaltou Marcos.

Ações como: vedação de cisternas, caixas d’águas, toneis e poços; descarte correto de lixos e entulhos; latas de lixo sempre tampadas; limpeza de calhas e canos, evitando acúmulo de água, dentre outros, podem evitar até mesmo a morte, já que a dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *